Sobre Faro...

  • Faro não se chamou sempre Faro. Dependia dos povos que instalaram-se por lá. No século VIII ª C, chamou-se Ossónoba com os fenícios e continuou com esse nome sob domínio Romano, Bizantino e Visigodo. Em 713 foi conquistada pelos Mouros mas não mudou de nome. Apenas no séc. IX, o nome deu lugar a Santa Maria do Ocidente. Dois séculos mais tarde a cidade passa a designar-se Santa Maria Ibn Harun. E por fim, em 1249, os portugueses designaram a cidade por Santa Maria de Faaron ou Santa Maria de Faaram.

  • Cidade cosmopolita, no séc. XIV a comunidade judaica começa a ganhar importância na cidade. Uma das suas figuras mais relevantes foi o tipógrafo Samuel Gacon, responsável pela impressão do Pentateuco em Hebraico, sendo o primeiro livro impresso em Portugal no ano de 1487. Mas em 1596 durante o saque e o incêndio provocados pelas tropas inglesas lideradas pelo Conde de Essex, o famoso Pentateuco é roubado. Hoje encontra-se na Bodleian Library da Universidade de Oxford, em Inglaterra. Nos séculos a seguir, entre terramotos e invasões francesas, a cidade expande-se e cresce além das suas muralhas. E nunca mais muda de nome.

  • Hoje Faro é capital do Algarve, porta de entrada no sul de Portugal por via do aeroporto internacional. A cidade situa-se no limite do Parque Natural da Ria Formosa, refúgio para diversas aves migratórias e vida selvagem. Cidade multicultural por natureza, Faro está a candidatar-se para Capital Europeia da Cultura em 2027.

Escola Secundária João de Deus

A Escola Secundária João de Deus – carinhosamente denominada como o “Liceu” pela população de Faro – encontra-se no meio da cidade. Serve de ponto de referência para quem lá vive: a mata do Liceu, a rotunda do Liceu, a avenida do Liceu…

O Liceu de Faro foi criado por Decreto de Sua Majestade a Rainha D. Maria II, em 3 de Janeiro de 1851. A Escola Secundária João de Deus pertence ao conjunto escolar inaugurado em 1948 e inserido no segundo período das construções escolares, correspondente a um antigo Liceu. A Escola foi requalificada pela Parque Escolar, com conclusão da intervenção no ano de 2015.

Na sua fachada está a divisa inscrita "A Escola não é tortura, nem brinquedo, é sim estudo. Não é cárcere, nem páteo, é sim templo" - João de Deus.

O Liceu é património do Estado e conta com um museu que compila objetos, coleções, uma maqueta da escola, fotografas. Também tem um jornal “Preto no Branco” que tem mais de 35 anos de existência e continua a ser editado pelos professores e alunos. A Escola é sede do agrupamento.

Escola Secundária Pinheiro e Rosa

A Escola Secundária Pinheiro e Rosa é uma instituição que iniciou as suas atividades no ano letivo 1994/95, situando-se na zona norte da União das Freguesias de Faro (Sé e São Pedro).

A escola dispõe de um edifício constituído por três blocos interligados entre si, instalações desportivas, zonas verdes, campos de jogos e espaços de recreio.

A escola sempre esteve na vanguarda quanto à utilização das tecnologias de informação e comunicação, tendo mesmo recebido a certificação ENIS (European Network of Innovative Schools). A Escola também produz eletricidade e tem um programa específico de incentivo ao uso da bicicleta (oficina de reparação, aluguer de bicicletas e lanche gratuito para utilizadores de bicicletas). A Escola é sede do Agrupamento.