A Covilhã é...

  • Uma cidade do interior centro do pais, localizada na encosta da Serra da Estrela, considerada em 2020 GeoPark Mundial da Unesco, com cerca de 47 mil habitantes.

  • Uma cidade que aconchega através do ADN têxtil que permanece, da remodelação arquitetónica de edifícios fabris convertidos em espaços culturais ou habitação e pelas ruas estreitas de granito rodeadas pela natureza do Parque Natural.

  • Uma indústria no meio rural, uma cidade a viver no campo. É especialmente conhecida pela neve, o queijo serrano, a lã, as ruas que sobem e descem e pelo ambiente académico marcado pela Universidade da Beira Interior.

Aqui, a entidade promotora local responsável deste projeto é a CooLabora, uma cooperativa de intervenção social, que tem como principal missão contribuir para o desenvolvimento das pessoas, das organizações e do território, através de estratégias inovadoras e solidárias de promoção da igualdade de oportunidades, de aprofundamento da democracia e da participação cívica, da aprendizagem colaborativa e da coesão social.

Agrupamentos & Escolas associadas ao projeto

Agrupamento a Lã e a Neve

O Agrupamento a Lã e a Neve é distribuído por duas freguesias e os estabelecimentos são dois do Pré-escolar, três do 1º ciclo e a EB de S. Domingos com 1º, 2º e 3º Ciclos, agregando no total cerca de 600 aluno/as, 70 professores e ainda 29 não docentes, incluindo uma Psicóloga e dois Técnicos/as de Terapia da Fala.

Neste agrupamento a educação para a cidadania é desenvolvida deste 2017 e a cidadania global é trabalhada em todas as escolas. É entendida como a realização plena da cidadania em todos os domínios: económico, social e ambiental.

Escola Secundária Campos Melo

A Escola Secundária Campos Melo, criada em 1884 como escola industrial, afirma-se pela promoção do empreendedorismo e da criatividade, com um incentivo artístico forte. É uma escola não agrupada que agrega cerca de 550 aluno/as do ensino regular, 100 professores e 40 não docentes.

A cidadania é trabalhada na escola desde 2017 e as temáticas e projetos são articuladas e decididos em conjunto com os aluno/as onde tem desenvolvido projetos de proteção ambiental, de apoio á pessoa idosa e a refugiados.

Escola Profissional de Artes da Covilhã

A Escola Profissional de Artes da Covilhã foi criada em 1992 e a sua existência é demarcada através de atividades de ensino - formação nas três áreas do plano de formação, sociocultural, científica e artística. O foco no ensino artístico-musical é o que mais caracteriza esta escola. Agrega cerca de 100 aluno/as, 45 professore/as e 8 não docentes.

A prática para a cidadania está presente na escola à vários anos, no qual as atividades ou projetos se têm focado principalmente em questões ambientais e no apoio a pessoas carenciadas.

Escola Secundária Quinta das Palmeiras

A Escola Secundária Quinta das Palmeiras abriu portas em 1987 apenas com turmas do sétimo ano de escolaridade. Foi apenas em 2002 que abriu portas para o ensino secundário.

Esta escola, não agrupada, agrega cerca de 850 alunos, 90 professores e 30 não docentes onde convivem alunos e alunas do 3º ciclo e secundário.

A Quinta das Palmeiras já tinha presente uma prática de ensino para a cidadania antes da ENEC e esta preocupação na preparação dos alunos para um “saber fazer” centra-se nas vertentes cognitiva, social e afetiva.